Quartilho

Um marketplace para
antecipação de recebíveis

Criamos uma solução de Supply Chain Finance para grandes cadeias produtivas, onde em um único ambiente, reunimos Compradores, seus Fornecedores e Financiadores, transformando o processo de antecipação de recebíveis em algo ágil, 100% online, e com o menor custo do mercado.


Compradores
Fornecedores
Financiadores

Nós reunimos todos os interessados em um mesmo ambiente

Quartilho é um ambiente digital, seguro e altamente escalável de NEGOCIAÇÃO de pagamentos entre os COMPRADORES e seus FORNECEDORES, de forma integrada com os FINANCIADORES. Além de facilitar as transações, documenta, mantém todo o histórico dos acordos fechados e integra com qualquer sistema de ERP do mercado.

Criamos uma solução completa, simples e fácil

Em nossa plataforma, o Comprador cria o seu próprio Programa de Antecipação de recebíveis para a sua cadeia de fornecedores sem nenhum custo e ainda pode ser remunerado pelo financiador através de um rebate.

Plataforma financeira gratuita

Crie já o seu próprio Programa de Antecipação de Recebíveis, reunindo todos os seus fornecedores e potenciais financiadores em uma mesma plataforma, de forma integrada com seu ERP.

Conheça Nossa solução

Quartilho na mídia

Últimas Publicações

quartilho

Em 2013, após anos de acúmulo de experiências empreendedoras em tecnologia, inovação e finanças corporativas, os fundadores da Quartilho, Fernando Campos, Felipe Domingues e Manuela Soares começaram a estudar o mercado norte-americano de antecipação de recebíveis. Lá encontraram um mercado maduro e com produtos estruturados para operações de Supply Chain Finance, que até então eram muito pouco conhecidos no Brasil.

A Quartilho frente ao mercado tradicional

Após quase 1 ano de estudos, pesquisas, reuniões com grandes empresas e seus fornecedores,  os sócios vislumbraram a oportunidade de criar no Brasil a primeira solução de Supply Chain Finance. Focaram seus esforços inicialmente em uma solução para a antecipação de recebíveis em grandes cadeias produtivas. A Quartilho, uma startup de fintech teve início oficialmente em 2014, e o mercado no qual atua tem crescido exponencialmente desde então.

A antecipação de recebíveis é uma operação comum às empresas, mas a burocracia na prática tradicional das operações chamou a atenção do Fernando. Isso foi a deixa para inovar! Afinal, essas operações costumam ter juros bem menores, mesmo em bancos, do que outras modalidades de crédito. 

As operações tradicionais funcionam da seguinte forma:

  • O fornecedor solicita por telefone e/ou e-mail a antecipação de sua notas à receber ao comprador ou à uma instituição financeira;
  • A instituição financeira antecipa os valores ao fornecedor com uma taxa de desconto mediante o risco do comprador;
  • O comprador paga à instituição financeira no prazo limite original da nota.

Este formato apresentou falhas…

De acordo com Fernando Campos, CTO e co-fundador da startup:

“Criamos a Quartilho em 2014 para ajudar grandes cadeias produtivas a aumentar sua eficiência financeira e competitividade. Percebemos que custo e acesso a capital é um grande limitador para o desenvolvimento de PMEs, e que isto reflete de forma direta e negativa na performance das grandes cadeias.  Nossa solução tem o propósito de otimizar o fluxo financeiro em grandes cadeias produtivas, usando da inovação e da tecnologia para geração de valor entre os agentes da cadeia, auxiliando na estruturação dos programas de Supply Chain Finance.”

Diante dos problemas encontrados, a Quartilho oferece uma alternativa à antecipação de recebíveis usual e aos produtos tradicionais de crédito no mercado. Através de uma plataforma web concilia os diferentes interesses entre grandes empresas compradoras, sua cadeia de fornecedores e financiadores interessados em adquirir títulos destes fornecedores. E mais, com taxas de antecipação bem mais apropriadas à realidade da cadeia de suprimento.

Desse modo, todos os envolvidos são beneficiados:

  • Os fornecedores têm acesso a capital de giro mais barato e com maior agilidade;
  • Os compradores, se não quiserem usar o capital próprio para antecipar pagamentos aos seus fornecedores, podem usar o capital de instituições financeiras;
  • E os financiadores geram retorno financeiro sobre os títulos compatível com o risco assumido, reduzindo o custo operacional de captação dos títulos no mercado.

A inovação não para…

De acordo com Manuela Soares, co-fundadora e CEO da Quartilho:

“A inovação também norteia o nosso futuro. Estamos trabalhando para trazer o conceito do “Desconto Dinâmico” que já funciona com sucesso há vários anos nos EUA . Somos a primeira empresa a implementá-lo no Brasil. Além disso, estamos trabalhando também em inovações incrementais para a nossa solução, como o desenvolvimento de um aplicativo web para os fornecedores solicitarem a antecipação de forma ainda mais ágil.”

O cenário nacional

Há pelo menos 17 fintechs atuando no segmento de gestão financeira, de acordo com um levantamento feito neste ano pela ABFintechs – Associação Brasileira de Fintechs em parceria com a PwC. Isso inclui o mercado de antecipação de recebíveis. Essas iniciativas injetam inovação num mercado tradicionalmente gerido por grandes bancos.

Usualmente, em bancos por exemplo, as taxas para antecipação giram em torno de 3% ao mês, dependendo da operação e da análise de risco da empresa. Outras instituições financeiras como factorings, podem elevar o custo a 4, 15% (Veja o fator ANFAC atualizado). Em uma plataforma como a Quartilho esses valores operacionais ficariam entre 1% e 2% ao mês.

De acordo com Alexandre Fuchs, consultor jurídico do Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil Factoring (Sinfac-SP), em entrevista ao jornal Gazeta do Povo, uma desvantagem comum aos bancos é a exigência de uma fidelização do cliente que, entre outras coisas, condiciona a oferta da operação de antecipação à adesão de outros serviços na mesma instituição.

O desenvolvimento das startups do setor financeiro, referente a antecipação e outras operações, é acompanhado de perto pela Febraban – Federação Brasileira de Bancos. A instituição ressalta que muitas dessas empresas precisam vincular-se legalmente a uma instituição financeira para conseguir prestar seus serviços.

A Febraban fez ainda a seguinte declaração:

“Os bancos desenvolvem estratégias próprias para lidar com esse elemento de inovação e já podem apresentar exemplos bem-sucedidos de associação com empresas capazes de aproveitar com grande eficiência as oportunidades trazidas pela tecnologia.”

Veja na íntegra em Gazeta do Povo. Compartilhe conosco o seu entendimento sobre o conteúdo.

The post Quartilho: uma solução de impacto! appeared first on Blog da Quartilho.

Leia Mais

O mês de agosto teve início com bons ventos para o mercado financeiro. O Banco Central autorizou na primeira semana deste mês o funcionamento de um sistema de registro de duplicatas usadas como garantias pelas instituições financeiras.

A responsável pela operação do sistema é a Cerc, Central de Recebíveis, criada por Fernando Fontes (ex-presidente do Banco Petra) e Marcelo Maziero (ex-diretor do Itaú BBA e da BM&FBovespa). De acordo com o jornal Valor Econômico:

“A registradora já tem 18 clientes, entre bancos, gestores e fintechs. Outra leva, com mais de 30 instituições, está em fase de adoção do sistema, processo que deve ganhar velocidade com a autorização concedida pelo BC.”

Essa iniciativa é parte da “Agenda BC+” do Banco Central, com vistas a ampliar a eficácia do sistema financeiro e o barateamento de crédito. As empresas com pagamentos a receber, principalmente as de pequeno e médio porte, usam as duplicatas para antecipar esses recursos junto às instituições financeiras. O registro desses papéis dificulta o uso de uma mesma duplicata para diferentes operações de crédito, o que reduz a possibilidade de fraudes.

“O potencial é grande porque a central dispensa as empresas da necessidade de registrar esses ativos em cartório – procedimento muitas vezes custoso e trabalhoso demais em se tratando de bens de giro rápido.” (Vide Valor Econômico)

Outra inovação promovida pelo Banco Central como pauta da “Agenda BC+” é o LIFT – Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas, programa que contemplou um grupo de 18 startups do ramo de inovações tecnológicas para o mercado financeiro dentre as quais está a Quartilho.

O objetivo é revisar questões estruturais do Sistema Financeiro Nacional e do próprio Banco Central, gerando contributos para sociedade brasileira como um todo. Confira mais detalhes aqui.

The post Agenda BC+: inovação no mercado de recebíveis appeared first on Blog da Quartilho.

Leia Mais

A Quartilho participará do Fintouch 2018, um dos maiores eventos de fintech da América Latina, organizado pela Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs).

O Fintouch acontecerá dia 8 de agosto deste ano, o objetivo do evento é apresentar as fintechs para o mercado, criando um relacionamento entres empresas que possam contratá-las e investidores. O evento contará com palestrantes nacionais e internacionais que tratarão de temas recentes e novas propostas para questões atuais em finanças. Essa é uma oportunidade para grandes empresas se aproximarem das maiores inovações tecnológicas da área financeira.

A Quartilho estará com um stand no Fintouch apresentando uma inovação para o mercado financeiro, o nosso marketplace de antecipação de recebíveis. Criamos a Quartilho em 2014 para ajudar grandes cadeias produtivas a aumentar sua eficiência financeira e competitividade. Percebemos que custo e acesso a capital é um grande limitador para o desenvolvimento de PMEs, e que isto reflete de forma direta e negativa na performance das grandes cadeias.

Nossa solução tem o propósito de otimizar o fluxo financeiro em grandes cadeias produtivas, usando da inovação e da tecnologia para geração de valor entre os agentes da cadeia, auxiliando na estruturação dos programas de Supply Chain Finance.

Desenvolvemos uma plataforma web que concilia os diferentes interesses entre grandes empresas compradoras, sua cadeia de fornecedores e financiadores interessados em adquirir títulos destes fornecedores, gerando benefícios para todas as partes:

  • Os fornecedores obtém capital de giro mais barato e de forma ágil;
  • Os compradores (empresa âncora) não precisam usar o capital próprio para antecipar pagamentos aos seus fornecedores e consequentemente conseguem alongar o prazo médio de pagamento aos fornecedores, aumentando o retorno sobre o capital dos acionistas;
  • Os financiadores geram retorno financeiro sobre os títulos compatível com o risco assumido, reduzindo o custo operacional de captação dos títulos no mercado.

A antecipação de recebíveis não é nenhuma novidade no mercado brasileiro, mas a plataforma da Quartilho permite que as PMEs tenham acesso mais fácil e menos burocrático ao capital de giro, em comparação,  com as instituições financeiras tradicionais.

Além disso, as taxas são competitivas quando comparadas com as oferecidas pelos bancos.“O principal diferencial é facilitar o acesso a capital de giro, recebendo suas faturas em aberto a um custo muito menor do que no mercado tradicional, de forma rápida”, de acordo com Manuela Soares CEO da Quartilho.

Venha conhecer mais sobre a Quartilho no stand do Fintouch. Agende sua reunião através do e-mail contato@quartilho.com.

Temos um presente para você! Compre seu ingresso com o cupom VEM_PRO_FINTOUCH e receba 40% de desconto.

Para mais informações, acesse o site do evento.

The post Quartilho estará no FINTOUCH appeared first on Blog da Quartilho.

Leia Mais
Quartilho Ltda. Todos os direitos reservados.